sexta-feira, 28 de outubro de 2011

O TRATO QUEBRADO...


Quando o assessor Pedro chegou de Catolé do Rocha com o extrato, fresquinho saído do caixa eletrônico do Banco do Brasil, a suspeita e a realidade da quebra do trato foram confirmadas. Pedro, alem de assessor é amigo e conselheiro; e lhe coube esclarecer os detalhes do extrato, calmamente, com palavras bem pronunciadas e esperançosas...."deve ter sido um erro"..."o resto vai ser depositado, só espere"... Mas a subtração de mais de 60% do valor combinado (doação mensal do filho Itamar), foi uma realidade dura demais para nosso Pai, que acredita na exatidão da matemática. Virou-se para mim e disse: "o homem só depositou R$100,00." Depois me detalhou a contabilidade do mantimento da propriedade, com ar de muita angustia...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...