terça-feira, 1 de novembro de 2011

LEMBRANDO A NOSSA MÃE...COM SAUDADES


Passam-se os anos, mas sua invisível presença é uma brisa de amor, soprando brandamente sobre nós... acalentando, amparando nas adversidades, inspirando, ensinando e acima de tudo, ampliando a tolerância, otimismo e a alegria.



NINGUÉM MORRE

Não reclames da Terra
Os seres que partiram...

Olha a planta que volta
Na semente a morrer.

Chora, de vez que o pranto
Purifica a visão.

No entanto, continua
Agindo para o bem.

Lágrima sem revolta
É orvalho da esperança.

A morte é a própria vida
Numa nova edição.

(Emmanuel / Chico Xavier)




SAUDADE

Ante os mortos queridos,
Faze silêncio e ora.

Ninguém pode apagar
A chama da saudade.

Entretanto se choras,
Chora fazendo o bem.

A morte para a vida
É apenas mudança.

A semente no solo
Mostra a ressurreição.

Todos estamos vivos
Na presença de Deus.


(Emmanuel / Chico Xavier)






2 comentários:

  1. Maezinha querida, quantas saudades e memorias boas. Sua presenca estara sempre entre nos!

    ResponderExcluir
  2. minha vozinha tao linda, te amo tanto!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...