domingo, 20 de novembro de 2011

O PERDÃO DO PINGO...


Cena comovente. O Pingo, o astuto quadrúpede da nossa irmã mais nova, depois de uma noitada de destroços, no quintal da nossa casa, vem pedir perdão. Temendo represálias, não só contra ele, mas contra os seus donos, vem mansamente botar a cabecinha no colo de papai, e diga-se de passagem, parece que foi perdoado. Mas, a lista do prejuízo está bem documentada no temido caderninho do guarda roupa.


Confundiu colher de pau com ossos, resultando na eliminação da metade do estoque da casa (duas). A coisa não se complicou mais p'ra mulher de Dedé e o próprio Dedé, pela atitude de solidariedade da Comadre Neuma, que veio de Natal com a reposição das ditas colheres de pau.


A buraqueira no quintal é testemunha da atividade destruidora do incansável cão, parecendo suspeitar que papai enterra algo valioso aí. ???????


Nada escapa às garras do ativo Pingo, que de panos de pratos à outros tem deixado sua marca. Em seu favor, temos que constatar que tem a ajuda dos guardiões da casa: Fletcher e Chiquita.

Um comentário:

  1. Agora a mulher de Dedé separe a $$$$$$ para bancar os prejuizos do Pingo. Fico até imaginando papai fazendo as anotações no seu caderninho $$$$

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...