sábado, 24 de dezembro de 2011

O DESEJO DO SORVETE...


Depois de semanas sob o rigor das exigências de outras, costurando e ainda por cima, vistoriando as obras do apartamento de Diego, tudo que a nossa querida irmã, Marluce, sonhava, era caminhar (queria esticar as pernas), no shopping à noite, saboreando um delicioso sorvete. Os pensamentos infantis, de desejos do Natal, foram lhe ocupando a mente, na véspera da grande festa do nascimento de Jesus, onde a magia dos sonhos tem um poder de materializar-se, nesse clima natalino... Conseguiu sensibilizar e contagiar a irmãzinha Leleda (quem sabe que promessas foram feitas)...assim, que, saíram noite à dentro, em direção ao shopping. Mas, segundo as más línguas, (opiniões vindas do outro lado do globo)... o mistério do sorvete ainda está para ser desvendado, pois rodaram, rodaram e não conseguiram encontrar nada, para desfalecimento da desiludida (ou iludida?) Marluce, que além de não ver o seu desejo realizado, ainda arcou com as despesas do estacionamento, pois sua companheira, num lapso de memória, (questionaram uns)... esqueceu a bolsa em casa. Um mal entendido, com certeza... Mas a volta tristonha foi testemunha da decepção...

                                             

2 comentários:

  1. Meu jesus amado, alem de explorar minha maezinha, ainda fazem ela pagar o estacionamento???? Que horror hein mae...mas é assim, vida de nega é dura mesmo, tipo por mim, que para o outro lado do mundo para ser explorada!
    kkk

    ResponderExcluir
  2. Quanta crueldade da vida. Acredito que nessa hora - Elas lembraram de Rubinho e sua charmosa sorveteria.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...