sábado, 31 de dezembro de 2011

QUITÉRIA ...


Ninguem mais importante nas reuniões aqui no pé da serra, do que a nossa amiga Quitéria. Para as mulheres, o ritual das unhas pintadas e cuidadas; acima de tudo a atualização dos ocorridos da cidade e os relatos de suas obras sociais nos velórios e recolhimento dos bêbados da rua. Aliás, a lista de suas beneficências é longa e a todos impressiona com sua capacidade de lidar com os detrimentos humanos e o desafeto dos socorridos... 

Instalada na lavanderia, a profissional Quitéria, se esmera no seu trabalho, com sua fiel clientela, cuidando dos pés da mais abastada, que carrega sempre sua gigantesca bolsa, para inveja de todas...


Depois de tantos elogios à sua generosidade e desapego material, ficou envergonhada quando Leleda  solicitou plateia para presenciar o seu pagamento. Sabemos que tem um caderninho vermelho, onde documenta os secretos nomes (mencionados com frequência), dos maus pagadores, em linguagem popular, velhacos.

A satisfação... e conferência...

Até os homens da casa vem ouvir a eloquente Quitéria...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...