quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

ALDERY E BELINHA...




Belinha e Aldery, primos e vizinhos, conheciam-se desde crianças. Ela nascida no dia 4 de Julho de 1928, no sitio Água Azul, município de Brejo do Cruz. Batizou-se com o nome indicado na folhinha do calendário, no dia do seu nascimento: Izabel, mas sempre foi conhecida  carinhosamente por Belinha. Casaram em 1948.
Fixaram residência no Sitio Boa União, município de Brejo do Cruz, onde Belinha foi contratada para lecionar. Na Boa União a família cresceu, com o nascimento de 09. dos 13 filhos. No ano de 1963, mudaram-se para Brejo do Cruz. Comemoraram as bodas de ouro em 1998, com a presença de muitos familiares.
Belinha era a filha mais nova de Antonio Cirilo da Costa e Eulina Soares de Paiva. Com os irmãos José Costa e Benedito Costa  morou com os pais até o seu casamento. Viveu entre nós até 2003. Tiveram 13 filhos. Até hoje nasceram 31 netos e nove bisnetos.

Aldery é o filho mais velho de 4 irmãos: Alcides, Aldiva, Aldeziva e Aldeziro Viera da Rocha. Filho de Tertuliano Vieira da Rocha e Maria Vieira Costa. Nasceu no Sítio Bom Sossego, município de Riacho dos Cavalos. Antes de ser camioneiro, foi tocador de sanfona e vendedor de joias.
Foi em 1951 que ele fez a sua primeira viagem com destino ao Rio de Janeiro, num caminhão. Pelos anos que viajou, carregava matérias primas, do Nordeste para o Sul, Sudeste e outras partes do Brasil e trazia mercadorias, principalmente, para o Nordeste. Nesse tempo, sair viajando para fora era uma aventura, pela precariedade das estradas, dos serviços e de suporte para esse empreendimento. Era sem descrição, o
desbravamento desse mundo alheio, conhecendo grandes cidades, gente de diferentes costumes e sotaques. Histórias e piadas contadas por ele, sobre esses lugares e pessoas, fascinavam a imaginação dos filhos e ouvintes.

Os 13 filhos...

Os 31 netos...

Os 9 bisnetos...

ORAÇÃO PELA FAMÍLIA - PE. ZEZINHO.
Que Deus abençoe nossa família.

Que nenhuma família comece em qualquer de repente
Que nenhuma família termine por falta de amor
Que o casal seja um para o outro de corpo e de mente
E que nada no mundo separe um casal sonhador!
Que nenhuma família se abrigue debaixo da ponte
Que ninguém interfira no lar e na vida dos dois
Que ninguém os obrigue a viver sem nenhum horizonte
Que eles vivam do ontem, do hoje, e em função de um depois!
Que a família comece e termine sabendo onde vai
E que o homem carregue nos ombros a graça de um pai
Que a mulher seja um céu de ternura, aconchego e calor
E que os filhos conheçam a força que brota do amor!
Abençoa, Senhor, as famílias! Amém!
Abençoa, Senhor, a minha também (bis)

Que marido e mulher tenham força de amar sem medida
Que ninguém vá dormir sem pedir ou sem dar seu perdão
Que as crianças aprendam no colo, o sentido da vida
Que a família celebre a partilha do abraço e do pão!
Que marido e mulher não se traiam, nem traiam seus filhos!
Que o ciúme não mate a certeza do amor entre os dois!
Que no seu firmamento a estrela que tem maior brilho,
seja a firme esperança de um céu aqui mesmo e depois!
Que a família comece e termine sabendo onde vai
E que o homem carregue nos ombros a graça de um pai
Que a mulher seja um céu de ternura, aconchego e calor
E que os filhos conheçam a força que brota do amor!
Abençoa, Senhor, as famílias! Amém!
Abençoa, Senhor, a minha também (bis)



3 comentários:

  1. adoro lembrar como nossa bela,belíssima era destemida...contra tudo e todos,pediu transferencia da boa união para brejo do cruz,arrumou uma casa e providenciou a mudança,sem o conhecimento e sem o consentimento do nosso pai...quando ele chegou de são paulo,estávamos todos matriculados e já estudando...o resto da história vou contando devagarinho... qual de nós chegaria a tanto???e em 1963...momento para reflexão...anonimamente,A QUE SABE.

    ResponderExcluir
  2. querida lolina,me emocionei muito com essa publicação,com nossas fotos,com a música de pe.zezinho,a preferida de mãe,com as lembranças da nossa vida...parecia um filme...fato apos fato...e nós protagonizando essa história...uma história bonita que nos alegra a vida toda...as lutas,batalhas,vitórias...nenhuma derrota!apenas as tréguas ao destino.assim somos nós,filhos de aldery e belinha,astutos e artreiros...sisudos e brincalhões...amantes e amados...repentistas ...(pelos repentes de loucuras...kkkk)que jesus continue nos abençoando para que passemos esse legado adiante....hummmmmmmmmmmmmmm...a QUE SABE!(de novo!!!!)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que a diversidade continue na nossa família, mas com um traço permanente herdado dos nossos pais, de coragem, amabilidade, humildade, camaradagem, humorismo e tolerância para uns com os outros e para com todos. Que não desperdicemos nossa herança genética.

      Excluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...