terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

HISTÓRIAS DE ALDERI - A REZADEIRA...


Mais uma história contada por papai sobre uma rezadeira, que morava no sítio vizinho ao de seu pai, que se chamava Mônica do Bom Sossego. Sua aparência era bem estranha, pois além de ser corcunda, era aleijada, mas sua reza era conhecida, por ser muito forte. Mas, na redondeza, tinha um vizinho, conhecido por Zé da Cruz, que desfazia toda reza da Monica. Um dia, porém, Zé da Cruz se viu em apuros com uma dor de dente tão grande, que emendou dois dias com duas noites, sem passar. Ele não aguentou e foi então atrás da "bruxa", como ela a chamava. 
Cedinho chegou à sua porta e disse: "Monica, eu vim aqui pra ocê rezar num dente que num para de doer, por dois dias e duas noites e não me deixa dormir nem comê...mas ocê sabe que eu desfaço a sua reza, não sabe?"
Ela respondeu: " Num tem problema, vá entrando, sente aí, tire o chapéu e as esporas." 
Com o queixão inchado, ele fez tudo como ela pediu. Ela botou as mãos na sua cabeça, começou a rezar...ele caiu num sono profundo. Ela então, sacudiu sua cabeça e disse: "Acorde, acorde."
Ele atordoado, abriu os olhos e resmungou ainda grogue de sono. Disse Monica: " Cuspa agora." Quando ele cuspiu seus dentes caíram todos. Começou a chorar, se aperreou, botou as esporas nos pés... e caíram os dentes da espora. Ele quis ir embora logo, montou seu jumento, mas quando o jumento deu um rincho... caíram os dentes do jumento... Saiu na carreira em direção a sua casa, mas ao chegar viu que... caíram os dentes da mulher e ...os do serrote que estava pendurado na parede... 



3 comentários:

  1. Ainda lembro dessa historia KKKKKKK, Lolina essa foto foi perfeita, adorei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essas histórias continuam parte desse passado tão vívido nas nossas memorias.

      Excluir
  2. adorei essa história,ela e tantas outras mexem com o nosso imaginário...a mesa sempre cheia de comida,a mulecada em volta e pai contando histórias tão reais que até hoje tenho dificuldade em aceita-las como folclóricas...esse nosso pai vale ouro!!!
    saudades de nós no pé da serra...(marlene,a saudosista)

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...