segunda-feira, 30 de abril de 2012

A MORDIDA DA GATA...


A gata de papai, a de guarda, fica na parte traseira da casa, mas tem uma irmã idêntica que exerce o papel de anfitriã, pois fica no jardim da frente. As duas são inimigas mortais e não podemos explicar, por que, numa casa tão harmoniosa, as gatas se detestam.
A de guarda teve filhotinhos, ontem de madrugada, e o que deveria ser um clima de renovação, idílico, pela chegada dessas criaturinhas, numa casa de idosos, tornou-se um pesadelo. 
Eu, veterana no trato com animais, que já fui mordida e arranhada diversas vezes; com uma cicatriz de 11 pontos, ganha por apartar uma briga de cachorros, atracando-me com o fortão; que já tive um "bernie" na minha cabeça, (animal como uma lagarta de fogo, que penetra dentro do corpo, seja na cabeça, barriga, e lhe saboreia sem a menor cerimônia),... tive o gostinho hoje, de uma mordida da mãe felina, valendo-me uma viagem ao hospital e a vacina antirábica.
A gata em questão é arisca e não parecia feliz com o aumento da família (problemas sociais, com paternidade, perda da figura estética, etc...), então eu quis dar uma de assistente social, tentando convencê-la que abandono de filhotes pode dar cadeia...Ela não gostou e a abocanhada foi com vontade... Vai ficar em observação, mas já tomei uma das 3 doses da antirábica.

PS. Não gosta de ser fotografada, prefere o anonimato...

sábado, 28 de abril de 2012

A MÃE DE TODOS ...

Homenagem póstuma à Mãe Teodora, parteira, que, em Brejo do Cruz e seus municípios, cumpriu, com dedicação, essa função, até os 103 anos de idade, ajudando as mulheres em trabalho de parto, trazer à esse mundo, os seus filhinhos. Ainda hoje, as parteiras tem seu papel relevante, mas no passado, pela precariedade da assistência médica e hospitalar, elas exerciam um cargo vital para as famílias, tornando-se figuras de destaque e importância, na nossa cultura. Mãe Teodora prestou à nossa família inúmeros serviços, principalmente quando morávamos na área rural. Estando mamãe prestes a "descansar", papai, à cavalo, ia em busca dessa conhecida parteira, em Brejo do Cruz, e aquela pequena mulher, sem qualquer instrumento cirúrgico, a não ser uma tesoura e cordões, instalava-se em nossa casa até o nascimento do neném, ausentando-se de sua residência, pelo tempo que necessitasse à sua missão. Todos nós a recordamos com muito carinho e admiração e creio que aqui em Brejo do Cruz e seus municípios, muitos compartilham esses sentimentos... era a mãe de todos...

Fica a saudade...

sexta-feira, 27 de abril de 2012

NOTA DE FALECIMENTO...


Faleceu no Irã, a sogra da nossa irmã Betania, mãe do seu esposo, Nader. A família, no Brasil, lamenta a perda desse ente querido. Nader, our thoughts and prayers are with you. May your memories bring you confort.

BREJO DO CRUZ E A DISPUTA PELA PREFEITURA...


Já é de domínio público, os nomes dos candidatos à chefia da Prefeitura de Brejo do Cruz. Isso dá início a um clima de grande movimentação social, com todo "disse que me disse", que temos direito, acompanhada de muita promessa e discussões intermináveis. Mas esperamos que a civilidade reine e que as mentes evoluam nas análises das aptidões dos candidatos a liderar a cidade no próximo termo político. Vai ser um período bem interessante, do ponto de vista sócio-cultural, onde veremos maleáveis alianças e separações ideológicas, entre amigos, famílias, vizinhos e conhecidos, se espalharem e dominarem... Nosso Pai conta as histórias de eleições antigas, quando dois partidos dominavam e o líder de um, mais agressivo, postava-se na saída da boca da urna, com seus capangas, parando os que cumpriam o dever cívico, para saber em quem votaram. Caso votasse no seu partido, deixava sair, mas se fosse do partido oposto, os capangas entravam em ação,...enquanto que o outro líder, mais educado, ficava esperando um pouco distante, com o mesmo tratamento... Os velhos tempos...

quinta-feira, 26 de abril de 2012

A IGREJA DE OUTRORA...


O orgulho de Brejo do Cruz. Majestosa e imponente, a antiga Igreja de Nossa Senhora dos Milagres, se sobressaia no cenário arquitetônico da cidade, fixando sua marca na história da nossa existência, como um núcleo habitacional. A simples vida, no passado, revolvia em torno de suas atividades, sendo frequentada pela maioria dos cidadãos, desde o batismo. Era centro da vida religiosa e social da nossa comunidade, regendo os acontecimentos do cotidiano dos seus devotos. 


Igreja atual...

quarta-feira, 25 de abril de 2012

O SUCESSO DA EMPRESÁRIA...


Não só Deri tem histórias de sucesso para contar. Nossa irmã Marluce, depois de por os pés firmes nos Ipês e organizar seu atelier, teve um aumento invejável na sua clientela. E sendo uma costureira refinada, a procura pelos seus serviços, cresce dia à dia. Todos nós ficamos felizes, pela sua mudança de Cuiabá, para o aconchegante seio familiar e lhe desejamos prosperidade.


Mas, sabemos que tem gente avançando o sinal e furando a fila das costuras, tirando proveito dos laços consanguíneos ... como também, tem alguém trazendo retalhos, esperando que a Nega obre milagres na confecção de blusas. Fica o conselho, inspirado na organização e controle do nosso Pai: mantenha um caderninho no guarda roupa, para acesso imediato, recordando todo pedido que vier acompanhado de uma cocada, pamonha, tapioca ou mesmo, um pedacinho de rapadura... o suborno para amolecer o coração e enfraquecer a memória numerária, já é bastante conhecido...


A satisfeita irmã...

terça-feira, 24 de abril de 2012

ANJOS DE MAIO ...


O sonho de toda menina, (meninos não participavam) da minha geração, era personificar um anjo, decorando o altar durante as novenas do Mês de Maio, ou em outras festividades religiosas. A  roupa branca, rosa ou azul, com o par de asas e ornamento da cabeça, eram parte dos pertences de todas nós. As novenas do Mês de Maio abriam todas oportunidades e ficar parada no altar, sem mexer-se, era o objetivo a ser alcançado. A disputa era acirrada e dependia muito do comportamento durante a novena, ser escolhida para dias subsequentes. Ficar nos diversos níveis do antigo altar, imóveis e olhando para o alto com expressão angelical, não era tarefa muito fácil, pelo calor, suor e duração da novena, mas mesmo assim, o sacrifício era compensatório, pois estava aliado ao status adquirido pelo bom desempenho... e depois, as conversas sobre a experiência, com as companheiras... era o máximo...


No Jeep de Pe. Sandoval, foi adaptado esse andor, onde três anjos acompanhavam Nossa Senhora dos Milagres, precedendo uma procissão pela cidade. Foto tirada no pátio da antiga Igreja,  aproximadamente em 1961-62. Isabel Cristina (filha de Pepê), no centro, Anunciada (filha de Solon Cruz) do lado esquerdo e eu do lado direito. Pe. Sandoval à esquerda e o motorista era Chiquinho.

Sonhos de criança...

segunda-feira, 23 de abril de 2012

A PODEROSA NEUMA...


De João Pessoa, deslocaram-se, o chefe e assistente, rumo à Natal, com a desculpa de uma reunião. Mas, segundo delatores anônimos, o intento era buscar Neuma, com toda pompa, para desfrutar o fim de semana em João Pessoa. Olhe o prestígio...Fica a suspeita que essa galega sabe demais... sobre certas pessoas... e que está sendo paparicada para ficar de bico calado. Nessa foto, com a sobrinha Izabel Cristina, percebe-se um enigmático sorriso...  Sim, tem mais: ... a mordomia teve retorno... depois do fim de semana, volta à Natal com o próprio chefe...

domingo, 22 de abril de 2012

A PROCURA DO PÉ FRIO...


Boatos se espalham pela cidade que tem alguém com pé frio espantando as chuvas. Chove em Caicó, Jardim de Piranhas, São Bento, Belém, Catolé do Rocha, cidades circunvizinhas,... mas não chove aqui em Brejo do Cruz. A suspeita foi levantada por nosso Pai e parece que vai ser feita uma busca informal por esse pé ou pés frios... A excentricidade de muitos já é bem conhecida... mas se alguém souber algo...não deixe de se pronunciar...


PS: Parece que o "pé frio", temeroso, recuou, pois ontem à noite choveu 11mm.

sábado, 21 de abril de 2012

AS BODAS DE OURO...

Em Dezembro de 1998, nossos pais, Alderi e Belinha, comemoraram 50 anos de casados. A consolidação dos votos que tomaram em 1948, pelo matrimônio. Familiares, vindos de muitas partes, presenciaram e participaram das celebrações, mas para Belinha e Alderi foi a  constatação de uma missão cumprida, com a benção de Deus. Foram 50 anos de muito trabalho, luta e sacrifícios para criar essa numerosa família, educá-los e encaminha-los para a vida. Da geração dos netos, já nascia uma bisneta, Raíssa, representando a continuação e propagação da família, que começou com essa união em 1948.
Aqui ficou registrada a entrada à Igreja matriz, de Nossa Senhora dos Milagres, de Brejo do Cruz, onde foi realizada a cerimônia de renovação dos votos. Os netos, todos de branco, precederam o casal. Presente, estavam familiares e amigos. Foi uma bela cerimônia, cativando e emocionando a todos, principalmente nós filhos, que com gratidão absorvíamos a grandeza desse ato. Na ocasião foram batizados 3 dos netos, filhos de Marlene e Onivaldo: Tutuca (Onivaldo Filho), Moisés e Sara.

A lição de vida dos nossos pais é um exemplo de solidariedade, dignidade, responsabilidade e amor. A eles, somos para sempre gratos.

No salão paroquial juntaram-se todos para saborear o bolo comemorativo. Nessa foto, estão os irmãos: Aldiva, Aldeziva e Aldeziro, do lado de papai e do lado de mamãe: Zé Costa (Dedé), Benedito (Ditinho), com sua esposa Elza entre eles.


Já não se encontram entre nós: Belinha, nossa mãe, Dedé, seu irmão e Elza, esposa de Ditinho. Saudades eternas...


sexta-feira, 20 de abril de 2012

O ESPECTRO DA SÊCA...


Pela ausência das chuvas, pode-se dizer, que o medo de um ano sêco, já contagiou todos nós. É a experiência de vida, atuando nas percepções de cada indivíduo, que visualiza um futuro incerto, sem lugar para lavoura e animais, pela falta de água. Nem as explicações científicas sobre "la niña" ou "el niño," ocorrências no Oceano Pacífico, que influenciam diretamente a incidência de invernos e sêcas por aqui, aliviam as incertezas do que poderá ser o dia a dia...Nosso maior problema é a escassez de água e já se fala em racionamento mais severo, passando de dias alternativos, para uma só vez por semana. Nosso Pai está muito pessimista (aumentou o estoque de barris com água) e já pinta um cenário cheio de calamidades, assunto que atrai vários seguidores. A temperatura é constantemente acima dos 30º C e os ventos se tornaram  mais escassos...

quinta-feira, 19 de abril de 2012

ANTONIO MEDEIROS COMEMOROU 89 ANOS...


Grande amigo de papai, companheiro de viagens e parceiro no humor, Antonio Medeiros comemorou seus 89 anos, neste último dia 16. As histórias e piadas por eles contadas já fazem parte de um folclore, com difusão entre os caminhoneiros, por onde passaram e nas redondezas. Foram imortalizados nos livros de Myrian Gurgel Maia. Antonio Medeiros é vivaz, espirituoso e mesmo contando com quase 90 anos, tem uma energia envolvente, uma voz marcante e fluidez verbal impressionante. Nossos votos de muita saúde e felicidades e contamos com sua presença, no dia 5 de Maio, na 2a. Festa do Caminhoneiro, em Catolé do Rocha, onde será homenageado, juntamente com papai. Evento promovido por Humberto Vital,  Portal Catolé News.


quarta-feira, 18 de abril de 2012

PARABENS, LUNA...


Happy birthday Luna. Congratulamos mais uma neta que celebra hoje seu aniversário, longe da família.  Nossos votos de felicidades, saúde, paz, amor, alegria, como também, realizações pessoais e profissionais. Enjoy your day and have lots of fun, celebrating with your friends...we wish you the best...

Success...

Olhe a comemoração...

Com a tia Betania, na Australia...

Enjoy the cake...

terça-feira, 17 de abril de 2012

FELIZ ANIVERSÁRIO, ROBSON...


Parabéns ao neto Robson, que comemora hoje seu aniversário, com os familiares de São Paulo. Nossos  votos de felicidade, paz, amor, saúde, como também, sucesso profissional e pessoal. E que essa data se repita por muitos e muitos anos...e seja sempre celebrada com amor e alegria...

Homenageando...

Com a mãe Marluce...

Com os irmãos Rossana e Rodrigo, na comemoração dos 34 anos...

O bolo revelador...

segunda-feira, 16 de abril de 2012

ANIVERSÁRIO DE VALÉRIA...


Parabéns à nossa querida prima, Valéria, que completa mais um aninho de vida. Que esta data seja cheia de boas surpresas, alegria, amor e carinho, junto da família. Nós lhe desejamos um futuro com sucesso, saúde, felicidade e realizações profissionais. Feliz Aniversário....

Rosas para perfumar seu dia...

Com sua mãe, Etinha...

Com a madrinha Leleda e Neuma...

E o bolo...

domingo, 15 de abril de 2012

CAIU NA BOCA DO POVO...


Caiu mesmo, na boca, no gosto, no prato...que o sucesso de Dery e Izaura, com tortas, bolos e etc...é notável nos lanches, cafés e aniversários não só dos seus clientes mais exigentes, como dos felizardos, os primeiros apreciadores, os que provam tudo e de tudo... os gordos da família, claro... Não iríamos deixar esse talento sem certificação...mesmo com graves consequências...que só a balança constata...

Desejamos muito sucesso no seu novo empreendimento e estamos nos voluntariando sempre para comprovar (comendo) a qualidade e gosto das tortas e bolos...

Está de parabéns, Deri ...

sábado, 14 de abril de 2012

DE VOLTA À BOA UNIÃO...


Nessa Semana Santa, nosso irmão Itamar voltou à Fazenda Boa União, depois de 50 anos, acompanhado dos filhos Diego, Maria Helena e Itamarzinho. Percorreu os cantinhos conhecidos, onde vivemos nossos primeiros anos, os familiares lajeiros, açude... e muito embora, o passar dos tempos tenha deixado sua marca delapidadora, na nossa antiga casa e escola, as lembranças guardadas da infância, continuam intactas.

Foi também o encontro com os antigos companheiros, amigos da meninice, os filhos de Padrinho Severino Maia e Madrinha Tonha, estando Neto, Divan, Chicuto, Gilvan, Maria Dalva e Nevanda. Deixamos aqui o nosso agradecimento pela calorosa e carinhosa acolhida.

         Nossa antiga casa e parte de pé de cajarana...





        A acolhida dos amigos...











sexta-feira, 13 de abril de 2012

AS VIAGENS DA SEMANA SANTA...


Nessa Semana Santa, papai esperava a chegada de alguns dos filhos, que moram longe de casa, com muito entusiasmo e comida, mas a jornada em direção ao pé da serra, para alguns foi transtornada. Uma animada turma de João Pessoa, conseguiu  prolongar o percurso, (perderam-se) tomando atalhos à lugares fora do roteiro estabelecido. E assim, a viagem se alongou, deixando um passageiro que dormia quando passaram da entrada do caminho certo, inconformado e muito agitado... Mas, enfim chegaram para o almoço, de curimatã com ova e os ânimos se acalmaram... Já falamos sobre a odisseia de Neuma, na sua ida ao pé da serra, com o problema dos ônibus que quebraram, nas estradas desertas...


Não só a ida teve seus dramas. Uma dupla, com destino à João Pessoa, querendo aproveitar uma carona (sempre tem alguém tentando economizar), seguiu rumo à Natal, no domingo, para de lá ir no dia seguinte, de ônibus. Cedinho na segunda, foram deixadas num ponto de parada, (economia de 4 reais) onde ficaram das 6 às 10 da manhã, à espera de lugares, sob esporádicas chuvas e com medo de beber algo pois não havia banheiro por perto. Com o feriado a procura triplicou, ou quadruplicou, lotando todos os ônibus, exacerbando a situação... que economia... 

quarta-feira, 11 de abril de 2012

MARIA FRANÇA...


Dona Maria França, com 94 anos, nos honrou com sua alegre presença nessa Semana Santa. Foi não só nossa vizinha, mas, amiga e comadre de mamãe. Sr. João Carolino, seu esposo, construiu a própria casa e nela viveram por muito tempo, com 8 filhos, sendo os primeiros moradores do pé da serra. Dona Maria França é muito querida na cidade. Foi uma das organizadoras mais atuante das festidades religiosas e folclóricas de Brejo do Cruz. Era corista da Igreja, organizava Pastoril e Lapinha, como tambem preparava as crianças para a primeira comunhão. Na área da educação, destacou-se como Diretora da Escola Círculo Operário.


Nosso reencontro com Maria França e Gorete...

terça-feira, 10 de abril de 2012

O CADERNINHO DE PAPAI...


Muito se falou sobre o caderninho de anotações de papai, guardado no guarda roupa, para fácil acesso, como uma excentricidade, mas a organização e planejamento, refletidos nele, são características da retidão de seu caráter. Não deve a ninguem, paga todas as contas antes do prazo e chega a baixar contas antes mesmo de recebê-las. No caderninho, anota dos recordes de chuvas, vacinações de animais, às despesas de casa, sem contar que lista muitas calculações indecifráveis, trazendo a suspeita que se trata de uma conta corrente apoiada nos cofres filiais, como lançamentos do que vai arrecadar, ... despesas imprevistas...pagamentos de encargos extras, fora do seu orçamento... Nosso pai, mesmo com seu esquecimento seletivo, dizendo: o homem...o menino...a mulher de Dedé...a mulher d'aqui... a nenem... o maridão, quando se refere a nós familiares, ...ainda está em controle de tudo e se duvidar de todos...e que a seleção pela lembrança em numerários se estenda ao fim dos tempos ...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...