terça-feira, 31 de julho de 2012

HISTÓRIAS DE ALDERI - SALA DOS MILAGRES...


Papai nos conta a história do bêbado que indo à Juazeiro de Padre Cícero, entrou na sala dos milagres, da Igreja. Ficou abismado com tantos braços, cabeças, pés e outros esculpidos em madeira. A uma senhora que orava, perguntou: "Dona, porque tanto pedaço de pau, aqui?" A simpática velhinha, com toda delicadeza lhe explicou: "Quando uma pessoa está doente, faz uma promessa, por exemplo, se está doente do pé, da mão, do braço, do fígado, da cabeça, etc. manda fazer o pé ou o que seja, de madeira e deixa aqui, quando alcança a graça."... O bêbado escutou com atenção e lhe disse: "Parece que aqui, ninguém, nunca, ficou doente de hemorroidas?"... 

segunda-feira, 30 de julho de 2012

HISTÓRIAS DE ALDERI - A FALSA GRAVIDEZ...


Papai nos conta a história de um casal, morador, lá do Sítio do seu avô Augustinho, cuja mulher engravidou. A barriga foi crescendo, mas chegou o nono mês e nada, o décimo mês e a mulher aperreada, com o barrigão, deixando todos em suspense. Foram aconselhados a ir à cidade em busca de socorro. Lá chegando, buscaram o médico, que depois de muito examinar, declarou que não era gravidez, mas somente ar na barriga e logo fez o esvaziamento. Mas o seu marido, por anda passava só ouvia: "Zé do Vento"...."Zé do Vento"... Ele não gostou, nada, do apelido e reagia com violência quando ouvia alguém assim chamá-lo. Um dia, na feira, estava ele atracado com um outro que o chamara Zé do Vento, quando passava o Padre. Chocado com a briga o chamou para uns conselhos e depois de muita conversa, até parecia que Zé se conformara com o apelido.
Mas dias depois, passava o Padre e presenciou Zé noutra briga. Incrédulo, o chamou mais uma vez e o fez lembrar da promessa que havia feito. Porém, Zé lhe disse: "Seu Vigário, esse aí não me chamou Zé do Vento, com isso já não me incomodo, mas ele veio pedir o meu pau para encher uma câmara de ar"...

domingo, 29 de julho de 2012

FERIAS EM JOÃO PESSOA...


A querida neta Sara, veio passar uns dias com a família, em João Pessoa e dessa vez acompanhada de Henrique, seu filhinho. A mamãe coruja (na foto), está mais do que feliz com a convivência da filha e neto. Infelizmente não vai ser possível estender a visita ao pé da serra, para que o avô conheça o bisneto. Esperamos uma próxima vez...

Mãe e filho...

Henrique...

sábado, 28 de julho de 2012

O CLIMA POLÍTICO EM BREJO DO CRUZ...


Nesses tempos de eleições Municipais, quanto mais se aproxima o dia decisivo, mais a cidade entra em convulsão. Num processo evolutivo, a esperança é de civilidade e respeito pelos direitos democráticos, ou seja, a opção individual de votar em quem escolher. A campanha dos dois candidatos para Prefeito e seus respectivos vices e vereadores, em Brejo do Cruz, está a todo vapor. Ontem a carreata foi do 45 e a animação começou logo de madrugada, com muitos foguetões despertando a população, eleitores ou não e terminou com muita emoção entre discursos e choros.
Papai nos conta de eleições do passado, e o que nos parece diferente da atualidade, é uma legislação eleitoral mais severa, o advento da tecnologia com sua implementação no processo eleitoral e a presença indispensável, dos profissionais que orientam o candidato, quanto ao que falar, sua imagem, procedimentos, pesquisas etc..., mas a herança dos velhos tempos do "coronelismo" está arraigada, na divisão, intransigente, partidária da cidade, nas desavenças, nas coerções e outros... 

sexta-feira, 27 de julho de 2012

DE ÔLHO NO CHEVETINHO...


Cautela. Tem muita gente que só pensa no Chevetinho. Parece que essa irmã tentou convencer papai a transferir a placa do carrinho para Porto Velho. A ísca usada foi a promessa que se encarregaria do emplacamento e outras despesas. Apesar da tentação, papai não caiu nessa, macaco velho, como é.

Mais interessados???????

quinta-feira, 26 de julho de 2012

O EMPRÉSTIMO...


Trinta reais... a quantia emprestada que continua martelando na mente de nosso Pai. Empréstimo para o combustível eufórico (birita), na carreata do Domingo passado. A promessa de devolução (dia seguinte), esquecida, quebrada, adiada... (será a convivência com "o menino"?), ele não sabe a razão, mas suposições não lhe dão a paz do recebimento, quando o dinheirinho aderido ao bolo que carrega, descansará em paz no seu bolso, disponível para as indispensáveis compras... E o inconcebível é a identidade do devedor...seu mais confiável genro, o que está sempre de prontidão para todos os seus desejos...

Prece dessa idosa...
Senhor...
Não me permita falar mal de ninguém.
Ensina-me a não divulgar nomes dos devedores... 

quarta-feira, 25 de julho de 2012

PRECE DO ENVELHECIMENTO...

Ó Senhor, tu sabes melhor do que eu que estou envelhecendo a cada dia.
Sendo assim, Senhor, livra-me da tolice de achar que não devo dizer algo, em toda e qualquer ocasião.



Ensina-me a pensar nos outros e ajudá-los, sem jamais me impor sobre eles, mesmo considerando, com modéstia, a sabedoria que acumulei e que penso ser uma lástima não passar adiante.


Tu sabes, Senhor, que desejo preservar alguns amigos e uma boa relação com os IRMÃOS, e que só se preserva os amigos e os irmãos...... quando não há intromissão "diretamente" na vida deles... 


Livra-me, também, Senhor, da tolice de querer contar tudo com detalhes e minúcias sobre a vida alheia e dá-me asas no assunto para voar diretamente ao ponto que interessa.
Não me permita falar mal de ninguém.
Ensina-me a fazer silêncio sobre os segredinhos dos outros... mesmo quando a vontade de descrevê-los, nesse blog, vai crescendo a cada dia que passa.



Mas, sobretudo, Senhor, nesta prece de envelhecimento, peço:
Mantenha-me inspirada nas postagens.

A DISTRIBUIÇÃO DA RIQUEZA...


Quando a poderosa mana Neuma, chega ao pé da serra, a expectativa é grande entre as suas beneficiadas. É seu costume trazer malas de presentes, partilhando seus bens, entre as irmãs e amigas menos favorecidas. Roupas, sapatos  e outros entram em exibição e doação, para alegria de todas.


"Papagaio come milho e periquito leva a fama"...pois a pabulosa Marilza que não abre nem a mão nas despedidas, chegou carregando as malas, dando a esperançosa impressão que trazia mimo para os "pobres"...qual o que...um disfarce...pois foi Neuminha, que caladinha, vai compartilhando o que lhe toca dos camarões, cada vez que visita o pé da serra... Sem dizer, que uma fila de beneficiados esperava estoicamente, na frente da casa, a vez de entrar...


Oração da velhice
             Senhor,
Livrai-me de ser santo.
É difícil conviver com santos!

terça-feira, 24 de julho de 2012

CHEFE PEDE ESCLARECIMENTOS...


A viagem de trabalho à Fortaleza, para nossa irmã Leleda tornou-se um foco de atenção e de suposições, primeiramente para seu chefe (o durão, que analisa todos os ângulos, de qualquer situação e tem uma mente com raio X). Saiu de João Pessoa, de manhãzinha (carro estacionado no aeroporto) e voltaria à noitinha. Mas lá chegando, sabemos que ela resolveu dar uma espiada nas lojas da Av. Monsenhor Tabosa e sentindo-se só, faz uma ligação para sua "personal colega cunhada", que aproveitando a oportunidade lhe pediu que comprasse uma lista de artigos de seu desejo. Mas seus pés sofreram com a peregrinação, os calos se fizeram presentes a forçando a compra de uma rasteirinha. Cansou mesmo. Findando o dia, foi ao aeroporto, para a viagem de volta. Na espera, cochilou, ou melhor dormiu mesmo e não ouviu a chamada de embarque. Perdeu o voo, mas com sorte conseguiu um até Natal, pagando excesso de bagagem e voltou de ônibus à João Pessoa. Teve que ir ao aeroporto pegar o carro... O chefe pede explicações...

segunda-feira, 23 de julho de 2012

A CARREATA DO 22...


A ala da Família Rocha, que suporta o 22, animou-se, ontem, Domingo, para a manifestação política do partido. A nova geração, presente, ocupou lugar de destaque, nos dando essa visão da rua pela qual passaram, em direção ao Bairro dos Estados, onde os líderes e candidatos fizeram seus discursos. Gente andando, motos e carros seguiram ao Bairro, com muita animação. O Chevetinho, com Dedé à direção, estava completamente no anonimato e irreconhecido, teve sua placa filmada por ser de Caicó. E nós que pensávamos que ele já era um ícone na cidade????

Os menores precisaram de uma ajudinha para olhar a multidão...

O suporte de Yasmin...

Euforia...

O NAMORO É OFICIALIZADO...


A Galega está namorando e nós todos aproveitamos a oportunidade para dar as boas vindas à Carlinhos, pelo ingresso no círculo familiar. Apoio total da filhotinha, Maria Isabel e aprovação completa da irmandade. Claro, vamos ter que delinear alguns pontos do significado de agregação à essa família. O agrado à nosso pai, por exemplo, pode ser através de depósito bancário, envio por terceiros e muita disposição para ouvir suas histórias e piadas.

Ponto essencial: humor...

Cenário de agrado de muitos, incluindo Marilza...

Olhe o clima...

domingo, 22 de julho de 2012

CONCENTRAÇÃO PARA A CARREATA DO 22...


A expectativa da carreata deste do domingo dominou o Bêco da Concórdia, (também chamado Bêco da Discórdia/Bêco da Baiuca), um dos locais favoritos de agrupamento da irmandade Rocha. Como nossa família é diversificada e respeitadora de divergências, alguns da irmandade são suportadores e eleitores do 45 e outros do 22. Hoje a carreata será do 22 e a turma se organiza (biritando),  para participar do evento. O Chevetinho, já emplacado, está de prontidão, com a autorização e incentivo do Patriarca, mas claro só confiou a direção à Dedé...

Preparadas...

O Chevetinho à caminho da carreata....

TENTATIVAS DE CORROMPER O ELEITOR 45...


Nesta tarde do Domingo, no Bêco da Amizade (também conhecido como Bêco da Discórdia), as lindas jovens Yasmin Estrela, de Porto Velho e Maria Isabel, de João Pessoa, dispensaram todos os seus charmes, em cima do fiel eleitor de Ivandi, Geraldo Filho. A dúvida permanece se o eleitor 45, vai aderir, mesmo contra todos os seus propósitos...


sábado, 21 de julho de 2012

O PEDIDO DE RESGATE...


Essa turma de fim de semana surpreende. Chega com malas que mal entram pela porta dianteira, brilhos dos pés à cabeça, arrotando R$ (reais) com o intuito de impressionar mesmo. Indo dormir mais cedo, na noite da Sexta Feira, (cansaço da idade), fazendo a limpeza bucal, antes de me espichar na redinha, esqueci (coisas da maturidade) o meu aparelho dentário (a chapinha), na pia do banheiro. Não podia imaginar o que aconteceria. Fui vítima de um sequestro e o pedido de resgate, foi cruel, mas decisivo. Encontrei-me num dilema de viver um possível futuro, digerindo, somente, alimentos pastosos, apesar de uma caridosa irmã, que quer permanecer anônima, prometer pagar para um implante dos meus dentes, (promessas de campanha política). A situação ficou tensa, mas, graças a diplomacia de alguns, foi resolvida com trocas de favores, serviços, e assim, os pastosos tornaram-se irreal e a paz do Bêco, do nosso lado, permaneceu...

MARILZA ASSUMIU O COMANDO DA FEIRA...


O que essas meninas não fazem para agradar (ou enrolar?) papai. Na madrugada deste sábado vimos a veterana Neuma, que sempre banca as feiras, quando está em Brejo e a visitante Marilza (a rica da família) numa luta para arcar com as despesas da feira. Mais parecia uma disputa eleitoral, ambas querendo ganhar a simpatia do patriarca. O dinheiro brilhava na escuridão da manhã e nosso pai, satisfeito empilhava vegetais e frutas. Algumas irmãs ausentes fizeram uma lista de grãos e outros a serem infiltrados à feira de papai, usando Marluce, outra integrante da comitiva, como agente secreto.

 A disputa...

A parada na padaria...


DE PORTO VELHO À BREJO DO CRUZ...


O pé da serra está movimentado nesse fim de semana, com a visita da filha Marilza e neta Yasmin, vindas de Porto Velho. A casa paterna se encheu de alegria com a presença não só delas mas de outras manas acompanhantes de João Pessoa, (Marluce e Maria Isabel), Natal (Neuma) e Catolé do Rocha (Dedé, a mulher e filho).

sexta-feira, 20 de julho de 2012

UM ELEITOR EXPERIENTE...


O Chevetinho tomou partido publicamente e está de cara nova. Seu dono deslumbrado com a plotagem de seus candidatos. Apesar de contar a piada de Antonio Medeiros, frequentemente, que político é como fumeiro, mede grande e corta curto, o Patriarca, eleitor desde a década de 40 (século passado), faz a sua afirmação nessa disputada eleição.
O respaldo da família...

PRECES ATENDIDAS...


Alderi Filho, tomando as dores das irmãs desamparadas (solteironas) a procura de marido, com a simpatia e participação de todos os membros da família, começou uma corrente de orações ao milagroso Santo Antonio. Rumores circulam, que o pobre do Santo foi botado de cabeça para baixo, de molho..(olhe o desespero)... para o alcance dessa graça tão desejada pelas balzaquianas avulsas da irmandade. Uma fila engrossou essa petição ao Santo, que depois de tanta perturbação resolveu obrar um milagre e tirar as algemas de uma sortuda acorrentada do caritó... ALELUIA!!! ALELUIA!!! ALELUIA!!!

HISTÓRIAS DE ALDERI - O RAPAZ ENCABULADO...

                                      

Papai nos conta, que nos tempos de sua juventude, lá nos Currais Velhos, fazenda da sua família, morava um rapaz que queria ir à São Bento, no dia da feira para conhecer uma mulher de má reputação. Ficava perguntando a todos, se sabiam algo dela e um dia, papai lhe disse que tinha noticias. Assim, no próximo dia de feira, com alguma informação, foi em busca dessa aventura. O aconselharam, quando lá chegasse, passasse na farmácia para comprar uma camisinha, pois estaria pronto para qualquer eventualidade. E assim, chegando à cidade, muniu-se de coragem e foi até à farmácia, a única, nesse tempo, em São Bento. Ao aproximar-se, viu que uma moça atendia no balcão e ficou envergonhado de entrar. O dono, que sentava na calçada, percebeu a indecisão do rapaz e lhe perguntou: "Vejo que você quer alguma coisa, mas não se decide, meu rapaz?" Ele riu, encabulado e disse: "Eu queria comprar uma coisa, mas estou com vergonha"... o senhor lhe assegurou que não tinha nenhum problema, podia pedir o que quisesse que a balconista o atenderia. Hesitando ainda, chegou ao balcão e disse: "Eu quero comprar uma camisa de vento"... A moça o olhou e perguntou: "Você quer da boa, ou da ruim?"... Pensou um pouco e retorcendo-se, respondeu: "Da ruim mesmo, pois, como sou sem sorte, vou enfiar, mesmo, num jumento"... 

quinta-feira, 19 de julho de 2012

ANIVERSÁRIO DE TUTUCA...


O querido neto, Tutuca (Onivaldo Filho), está, hoje, de parabéns pelo seu aniversário. Nossos votos de uma comemoração com alegria, muito amor e boas surpresas, junto da família. Desejos de sonhos realizados e  um futuro de sucesso nas vidas pessoal e profissional. Feliz Aniversário Tutuca.

Com Iago, seu filho...

Realizações...

Com a mãe e familiares, no aniversário de Iago...

Um menino que colecionava selos...

Com o avô e o primo Rodrigo...

Não é confeccionado por Isaura, mas...ao bolo...


segunda-feira, 16 de julho de 2012

A CAMPANHA POLÍTICA EM BREJO DO CRUZ...


A sede da Prefeitura, vista atrás das árvores, nessa foto, é o alvo da disputa política, nessas eleições municipais. Dois candidatos com seus respectivos vices e múltiplos vereadores já se fazem presente, nos comitês dos partidos, carros de som, fogos de artifícios e adesivos que enfeitam os veículos da cidade. Ontem à noite, ocorreu uma passeata, do candidato Ivandi e seus aliados, saída da Rodoviária, até o Bairro dos Estados, sob o som de muita buzina, foguetões e aprovação vocal dos seguidores. Músicas e mais músicas, em ritmos variados, que são propagadas nos carros de som, pelas ruas da cidade, tentam definir suas personalidades, políticas e o que irão representar para o Município. Acordamos e dormimos ao som das propagandas eleitorais.
Papai relembra os tempos idos, quando os candidatos subiam nos palanques nos dias de feira, em comícios populares e prometiam "mundos e fundos" aos entusiasmados ouvintes. A lealdade do eleitor era, não só exigida, mas tornou-se o marco principal da política desse tempo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...