domingo, 5 de agosto de 2012

HISTÓRIAS DE ALDERI - A BETONEIRA...


Papai nos conta a história de um rapaz de Macaré Sumé, no Maranhão que tinha muita vontade de aprender a dirigir. Pediu à mãe para deixá-lo ir à São Paulo e realizar seu sonho lá. Ela vendeu o que podia e assim ele se foi para a grande metrópole. Um ano depois, deu notícias, numa carta. Escreveu que estava muito satisfeito e que seu sonho se realizara, estava dirigindo um "Bitoneira", uma máquina que mistura o concreto. Mesmo sem saber o que era uma "Bitoneira", sua velha mãe ficou muito contente e não parava de falar para a vizinhança do sucesso do filho. Respondeu a carta, e nela lhe disse de sua felicidade em saber que  ele cumprira o seu destino, tornando-se motorista, dirigindo uma "Bitoneira". Terminou a carta com um conselho: "Meu filho, peço por tudo que é sagrado e pelo amor de Deus, não leve nem padre, nem rapariga na "buléia" (cabine), que dá azar"...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...