domingo, 28 de outubro de 2012

O ENTERRO EM LATIM..


Depois de anunciar com júbilo o nascimento dos dois gatinhos, passamos por essa triste experiência de enterrá-los. Não sobreviveram muitos dias. Contamos com a presença, nesse momento lúgubre, de Herlany, Andresa, (vizinhas), Jerônimo, Lucinha (que não quis ser fotografada, com os olhos inchados de tanto chorar) e Dedé que encabeçou a procissão e fez o papel de coveiro, com pronunciamentos em latim. 


Na sombra da amiga mangueira (sem permissão do dono), foi cavada a última morada dos bichanos.

 O adeus...

Uma presença inesperada e reveladora, pela postura de tristeza... seria o pai?...

5 comentários:

  1. Bom, o que estou percebendo é que o famoso muro das plantas, e claro de Itamar, está sendo palco de muitos acontecimentos da nossa família. Será que virão cotas ou aluguéis por parte do dono ?, o que sabe....

    ResponderExcluir
  2. Só me resta da os pesames.....

    ResponderExcluir
  3. Ah que Pena! Os meus pesames a todos.

    ResponderExcluir
  4. lolina querida,acreditamos que tanto a missão dos gatinhos como a sua, foi cumprida ( o velório encerra uma parte das nossas obrigações morais),que sirva de reflexão a todos nós, a brevidade dos nossos dias aqui neste planeta maravilhoso, e cada dia a gente seja mais feliz, mais amigo, mais cristão.
    sugiro um tema para nosso próximo encontro."A celebração da vida".beijos.

    ResponderExcluir
  5. Marlene e suas sáb ias palavras que comove qualquer um, mas é verdade, vamos celebrar nossas vidas, perdi o enterro mas vou pra missa de 7 dias.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...