segunda-feira, 5 de novembro de 2012

NO HOSPITAL DO PÉ DA SERRA...


A internação no hospital não estava nos planos da mana Leleda, quando decidiu visitar a os familiares no pé da serra, de Brejo do Cruz, apesar de ter saído de João Pessoa, já bem desarranjada. O desarranjo, pensávamos todos, seria passageiro, mas as implicações foram mais profundas. Tratou-se mesmo, de uma infecção intestinal, com consequências desastrosas para todos. A casa ficou inabitável e até nosso pai, sempre tão condescendente, em todos os sentidos, trancou-se no quarto para não ser bombardeado com um ar tão poluído. Outros contratempos, foram o domínio do banheiro, pela irmã doente e o desfalque do papel higiênico, estocado e vigiado, com tanto zelo, pelo patriarca.


A galega, mesmo nesses apuros, não perdeu a pose. Os braços ofuscavam com tanto brilho dourado (não sabemos se esses adornos, são verdadeiros ou imitações chinesas). Com esse padrão e status exibidos, não ficou nada satisfeita quando lá cheguei, como reforço, levando um lençolzinho modesto, de retalhos, com a melhor das intenções... Bom, tudo isso é passado e o resultado positivo para ela, foi a perda de dois quilos, ficando em posição privilegiada em frente às outras que participam da maratona de eliminação das gorduras, até o fim do ano...

6 comentários:

  1. E eu, que ja achava que tinha sido o efeito do remedio de verme, já na expectativa de perder uns 02 kilos tb, sem muito esforço, me decepcionei quando o médico informou que era uma infecção intestinal. kkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. É eu também fiquei super animada, achando que era o efeito do remédio...pensei até num atestado de 1 semana kkkkkkkk., mas conhecendo Lelêda, que tudo que come termina em merda kkkkkkkkkk não era de esperar outra. Quanto a pose, quase que a enfermeira não encontra uma veia por causa de tantas jóias kkkkkkkkkkkkk em nem um momento quis tirar para eu guardar kkkkk

    ResponderExcluir
  3. minha comadre lucinha, voce está desprestigiada, pois a galega não lhe confiou as jóias !!! queria ver se fosse a parilza...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...entregaria todas, sem nem piscar...
    essa cena muito me fez lembrar uma certa festa ai...como os tempos mudaram!!!as jóias deram outra conotção ao caso... me lembrei de um soro sendo aplicado em alguem muito desfalecida, numa corda improvisando um suporte de soro, uma manicure "travestida" de enfermeira...

    ResponderExcluir
  4. Entrei em pânico quando Lena me avisou da internação. Fui logo pedir para Yasmin ligar para Bel e solicitar que ela tomasse conta do guarda-roupa de Leleda que eu, se a coisa apertasse, estava chegando. Foi um DEUS nos acuda, tive até pesadelo imaginando uma morte súbita e um guarda-roupa vazio. kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Bom se a coisa apertasse, ou melhor piorasse, eu teria de ir á capital providenciar documentações... claro num caminhão para já trazer o famoso guarda roupa kkkkkkkkkk. Minha querida irmã nós te amamos, claro que é só brincadeiras..primeiro você depois o guarda roupa . Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ouvi falar... que, enquanto a doente estava no hospital, as linhas telefônicas caseiras ficaram ocupadíssimas, com comunicações sigilosas e conspiradoras. O conteúdo de um super guarda roupa quase foi leiloado, sob a autoridade de quem não sei...Algumas cobiçosas já disputavam certos artigos... Esqueceram do fator hereditário da família, com a longevidade afirmada em ambos os lados...

      Excluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...