quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

À ESPERA DA IRMANDADE...


Olhem o ambiente descontraído e sereno antes da chegada da irmandade e seus agregados. A cama já pronta para a recepção, mas o inocente felino ainda dorme um sono proprietário. Assim é a rotina no pé da serra. Os quadrúpedes tem prioridade no preenchimento dos cômodos vazios, refeições servidas antes dos donos, seu bem estar certificado e posto em prática...


Eis que chega a primeira leva, dos migrantes do pé da serra. Aliás, anteciparam, por um dia, essa vinda, pelo falecimento de Nenzinho Cordeiro, casado com nossa prima Nenem, mãe de Enox. Tão logo botam os pés no chão paterno, querem mudança de estilo de vida: a sede da caminhada matinal, o exercício (isso é só no primeiro dia), um entusiamo de admirar. Sorte que sou prevenida e guardo calçados esportivos, já usados por muitas gerações, para realizar o sonho de algumas desprevenidas. E assim, munidos da correta indumentária, saem sem rumo. Essa dupla foi ao cemitério, uma hora de caminhada... mas não me perguntem o estado físico do retorno... (ela já levou dinheiro para o moto taxi).


Um comentário:

  1. Bela lembrança , achei a dupla bem entusiasmada, possivelmente já emagreceram uns bons kilos, se regrar a cerveja...vão longe !!! levarei meu "kit só é gordo quem quer"...kkkkkkkkkkkkkkkkkkk...beijos atletas, até breve!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...