quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

A CONTABILIDADE QUE NÃO ZERA...


Não adianta quantas vezes os numerários passam das mãos generosas do nosso mano maior para as seguras e experientes do patriarca, pois a lista dos items contáveis, referentes aos gastos na administração do seu (Itamar) patrimônio, (muro das plantas, casinha adjacente à nossa), sempre desfavorece esse filho tão presente, por mais que tente colocar-se numa posição favorável. O que recorda no caderninho de anotações cresce de estatura só com o balanço do vento (afinal, as folhas caídas precisam ser varridas) e essa desigualdade entre doações e deduções, coloca nosso irmão sempre no vermelho. Sua matemática é inovadora. Nosso pai é sagaz, alerta e com sua memória seletiva não se distrai quando o assunto é o pagamento de algo. Sabe o tamanho dos bolsos e bolsas de cada um de nós e faz questão de mostrar que seu raciocínio é afiado e compenetrado...

Um comentário:

  1. Quem for acompanhar pai no geriatra, não esquecer de mencionar esses detalhes importantes, só lembra o que é conveniente prá ele...Itamar, meu irmãozinho,você sempre cai na malha fina dessa rede (armadilha)do nosso pai.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...