quinta-feira, 8 de maio de 2014

A INTRIGA DE PAPAI...


Toda manhã, papai esperava a chegada do leite no pau de Seu Zé Inácio, em conversas com outro companheiro pensionista. Esse companheiro, no começo de cada mês lhe pedia emprestado dez reais para transportar-se a uma cidade vizinha, onde recebe seu aposento. No dia seguinte pagava. Uma vez, ele foi de carona e não pediu o empréstimo, mas no dia seguinte, talvez, para não quebrar o hábito, pediu e anunciou que faria o pagamento só no próximo mês. Pegou papai de surpresa, pois depois de passar a notinha de dez reais, parou pensativo, correu para o calendário e quando viu quantos dias teria que esperar para receber seu dinheiro, logo disse: "não posso". Pastorou o companheiro e quando lhe avistou abordou o assunto. Avisou-lhe que esperar até o outro mês era demais, não podia mesmo. O devedor, enraivecido, devolveu-lhe o dinheiro e desde esse dia o pau de Seu Zé Inácio fica vazio. Papai espera o leite sentado na nossa área e o companheiro, do outro lado da rua, em frente a casa de Nascimento. A amizade foi rompida.
Ontem, eu estava na cozinha e papai, que esperava o leite na área, entrou e me disse: "Dei uma cacetada no velho"... Gelei e ao mesmo tempo visualizei o filho do seu intrigado raspando as pedras do calçamento com a peixeira, indo a delegacia, promotoria... respirei fundo e perguntei: "Como foi mesmo, papai?" No que respondeu: "Ele queria me morder..." Ah, que alívio... Referia-se ao seu gato...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...