sábado, 4 de outubro de 2014

VISITANDO E VISTORIANDO O TÚMULO FAMILIAR...


O costume da visita à futura morada é seguido, sempre que nos reunimos. Descontrair o ambiente fúnebre é uma missão, uma demonstração de que nos apartamos dos entes queridos, só na matéria e que a união e presença espiritual são verdadeiras. A vista panorâmica é um privilégio e temos que documentar o usufruto com atitude. Também, nos concentramos em preces e orações em favor dos que partiram, e, como de praxe, tagarelamos em corriqueirismos com animação.


A foto de Stanley, nosso sobrinho, depois que despencou do lado direito, onde inicialmente foi posicionada, a fixamos no centro, embaixo da cruz. Imaginamos que o rebelde sobrinho sentiu-se mais aconchegado. O plantio está colorido e o plano do gramado ainda está na gaveta. As lembranças dos nossos familiares que se foram não se resumem ao cemitério, mas, para nós, o local, do último adeus ao corpo físico, é significativo e simbólico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...