sexta-feira, 14 de novembro de 2014

PAPAI APEGA-SE AO CONHECIDO...


Uma nova cadeira, confortável, reclinável, convidativa ao cochilo, era tudo que necessitava, pensamos nós, Marlene e eu. E assim ela materializou-se e foi trocada pela outra em uso, que a partir de agora, aos nossos olhos, estava cheia de defeitos. Papai observou calado as mudanças de uma saindo, a nova entrando e até nela acomodou-se parecendo satisfeito, enquanto que nós tagarelávamos sobre os benefícios que iria usufruir enquanto assistisse os programas favoritos na televisão. 


Um pouco inseguro reclinou, mas sem protestar, concordou silenciosamente com tudo que elaborávamos sobre seu conforto. Assim que Marlene ausentou-se, satisfeita da vida, pensando na missão cumprida, ele chamou-me e disse: "eu quero minha cadeira"... Não entendi a princípio, pois concordara com tudo e até sorriu quando lhe perguntamos se havia gostado do presente... Mas relembrei o ocorrido da televisão, quando a sua velha foi trocada por uma de tela plana, um trabalhão danado, carregar a velha gigantesca para a casa vizinha (de Lucinha) e ter que trazer de volta... Bom, a nova cadeira, também, teve que sair e sua antiga, defeituosa, ainda ocupa o lugar de honra à frente da velha televisão... Um alerta aos idosos da família: impossível trocar o certo pelo duvidoso...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...