domingo, 1 de março de 2015

A MISTERIOSA MORTE DA GATA DA SERRA...


A gata da serra era a companheira inseparável de papai, no terraço frontal, o ponto de lazer e observação do movimento da rua, nas suas tardes. Era chamada "gata da serra" por, lá, buscar refúgio, quando não queria companhia. Nesta última sexta feira, estávamos na cozinha, Marlene e eu, quando papai entrou com o calcanhar sangrando. "A gata me mordeu e correu", disse ele. Depois de limparmos o sangramento, mesmo contra sua vontade, o levamos ao hospital para os devidos socorros: a vacina anti rábica. Mas a surpresa no dia seguinte nos chocou: ele achou, no jardim, a gata morta, um mistério que, até agora, não foi desvendado. Dedé e Marquinho encarregaram-se do enterro, seriamente, com enxada e velas, sob a supervisão de papai, que, pesaroso, ainda lamenta a perda da fiel companheira. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...