sexta-feira, 10 de abril de 2015

A VISTORIA DE PAPAI...


Fico matutando se com o avanço da idade a gente fica mais e mais agarrado ao material, como um náufrago, que se conscientiza de um desfecho inevitável. O apego ao conhecido, ao que palpa seria uma forma de convencimento da continuidade? Perguntas e mais perguntas, numa tentativa de analisar o comportamento de papai. No momento, vistoriar os armários de mantimentos, gavetas, baús, geladeira é seu passatempo favorito, combinado com a contagem do dinheiro que carrega nos bolsos. O gastador compulsório de antes deu lugar a um idoso sovino. Dia de compras tornou-se um estresse para ele e como me acusa de comprar muito, baniu-me de acompanha-lo ao supermercado ou qualquer outro lugar de vendas. Disse-me: "Você não vem mais às compras comigo, sabe porquê?" Respondi: " Sei, papai, sou uma gastadora". Confessei rapidamente minha culpa. Sentiu-se aliviado. Levou Dorinha ao supermercado e a fez carregar as cestinhas cheias, não mais o carrinho, para ele sinônimo de uma conta alta. Voltou triunfante, pois tomou todas as decisões quanto ao volume e número de artigos que escolheu.
Agora me embaralho e nem sei o que advertir para o futuro dos idosos da família.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...