terça-feira, 29 de dezembro de 2015

O FIM DO ANO NO PÉ DA SERRA...


Depois do Natal, os filhos de "Seu Alderi" vão chegando ao pé da serra, para a reunião da virada do ano. A descontração do encontro e as noitadas, no paradoxo Beco, são tradições respeitadas. Como sempre, os ausentes não dão trégua nas comunicações. O medo de ser o foco das conversas é sentido por todos. Enquanto isso, papai caminha de um lado, para outro, com a mão no bolso, comentando "tem muita gente, mas dinheiro nada". O homem é impaciente.


A vistoria do torrão do mano maior, o famoso Muro das Plantas, local das reuniões exclusivas da Família Rocha é o primeiro assunto em pauta, com atenção especial às árvores frutíferas. 


Nesse fim de ano contamos com as presenças de Carol, enteada de Marlene, e Denise, namorada de Moises. O clima é de festividades, alegria e interação.


Visitantes, vem e vão, e entre eles, os primos, os Paivas do Massapê, Raimundo e Nelson, com familiares. Só faltou Ismar para  falar da diferença entre os Paivas (família de mamãe) e os Rochas, (da parte de papai).

Papai assessorado por Neuma e Marluce, na contagem do dinheiro...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...